Acordar acordes de tempo

Há vinte anos, quando ainda tinha a pretensão de escrever frases definitivas, decidi copiar uma que fez história, com Jon Landau a ‘imortalizar’ Bruce Springsteen. A mim, coube-me ver e reportar uma série de concertos no Rock Rendez-Vous. E escolhi esta tirada: “Eu vi o futuro do ‘rock’ português – chama-se Rádio Macau”. Acordes y tablatura de Cómo (Luis Miguel), ... perdição F# C#m7 como o tempo que não pára F# B e a terra a girar F# C#m simples como um pesadelo F# B que acabo de acordar C#m7 F# como penso, como olho C#m7 F# B ... É hora de acordar, chama o despertador Toda a casa me chama, o que dava por ficar Mais meia hora na cama, mas é hora de acordar É hora de acordar.... É hora de abalar, seis quilos pesa a sacola É o peso da instrução, chego tarde às horas da escola Saio de lá cidadão, é hora de abalar É hora de abalar.... Quem me dera ir à escola, num feliz passo ligeiro E não com ar de quem vai ... Verbo Acordar. Conjugação de acordar em todos os tempos verbais; presente, passado e futuro. Indicativo: acordo, acordas, acorda, acordamos, acordais, acordam Acordes de Diez mil razones, Evan Craft: Letra y Acordes de Guitarra. Aprenda a tocar a cifra de Acordar (Rádio Macau) no Cifra Club. Não parti, mas já não sei voltar. / Ando às voltas a esquecer quem sou. / Bebo a noite até o Sol chegar. / Ele sempre me encontrou. / Refrão: / Só o Amor me faz correr. / Só Morrer de amor por você (Morrer de amor por você) Gm C F Am Eu não vou mas sonhar pra viver Dm C Bb Am Gm C Vou morrer de amor por você (Morrer de amor por você) Dm Bb Gm C Eu não sei porque procuro um caminho mais não consigo vê onde ela está Dm Bb Passa o tempo e não dá mais Am Gm Pra viver nesse destino Dm Bb Não quero acordar ... Acordes y tablatura de Amor (Los Autenticos Decadentes), ... C Em Am Em F G C Em Que bom é dormir e acordar, sonhar com o que Deus tem pra mim dar. Am Mim dar o seu amor, Jesus mim dar. ... para quem quiser amar C7M Cm7 Bm7 E No relógio desta vida, não há tempo de esperar Am7 D7 Dm E (F#m7 G#m7) Nada do que foi será, ... Aprenda a tocar a cifra de Tempo de Acordar (Ronnie Von) no Cifra Club. Eu acordei e notei que algo tinha acontecido em mim / No espelho, meu olhar parado / Eu devo ter, chorado / Que horas são? / Eu não sei mas agora é tempo de acordar / De

Fugi de um Zoológico Alienígena

2020.08.28 19:08 FlavioKD9 Fugi de um Zoológico Alienígena

Eu fugi de um Zoológico Alienígena onde sou um espécime raro de ser humano. Bom, tirando a piada horrível, cá estou eu de novo desabafando. Tenho 22 anos e minha autoestima não existe, e isso já faz um bom tempo. Nunca fui a pessoa popular da escola, porque eu era feio, gordo, e alguns outros detalhes que vão aparecendo conforme vocês leem o texto. Ok, eu nunca liguei muito pra falar a verdade, é claro que eu estaria sendo hipócrita em falar que eu não gostaria de fazer parte do grupo das pessoas bonitas, populares, rodeadas de pessoas, cheias de talentos, etc. Conforme fui crescendo, uma surpresa.... nada mudou. Tentei ir ao dentista arrumar os meus dentes, coloquei aparelho, usei por alguns meses, que eu me lembre foi quase um ano, pra depois descobrir que não estava adiantando de nada, e que eu tinha a mordida aberta, ou seja, só com cirurgia pra resolver. Minha mãe é super protetora, sou filho único e blá blá blá. Eu a entendo, era uma cirurgia, até onde ela pensava ser desnecessária e cara, então deixei por essa. Agora durante a quarentena, fui pesquisar um pouco mais sobre essa condição, e descobri que a mordida aberta, causa problemas na dicção, que sempre tive aliais. Sem contar que não consigo mais sorrir naturalmente.
Ok, esse é um dos problemas, agora o outro é que eu uso óculos. (Ah, mas não é tão problema assim...) Realmente, eu concordo que tem outros problemas que com certeza são MUITO piores. Mas é um a mais na lista de autoestima baixa. Outro problema, é que eu tenho uma crosta meio preta, marrom, sei lá, parecendo sujeira no pescoço e nas axilas. Outro detalhe que me deixa completamente inseguro, é que eu tenho uma única bola. Não fui atrás pra saber se tem algum problema que afeta de alguma forma o processo de reprodução, mas me deixa muito inseguro. Outros detalhes que vou passar por cima, a pele das minhas mãos são completamente secas, mesmo eu passando creme todos os dias, nada resolve.
Tenho suor excessivo quando vou dormir, não é sempre, mas em dias que eu durmo muito ansioso ou preocupado com alguma coisa, acontece isso, aí tenho que acordar no meio da noite, todo suado e trocar de roupa. Não tenho talento. Eu sei que vão dizer que eu devo ter algum talento, só não achei ainda, pode ser verdade, mas eu tenho um violão que nunca aprendi a tocar porque não tenho ritmo, consigo fazer os acordes, mas não consigo tocar e ao mesmo tempo trocar os acordes. Cozinhar eu sei o básico. Desenho só os de palitinho. Jogar eu sou horrível, sempre joguei no médio/fácil.
E algo que tem me deixado maluco durante a quarentena, é que eu encontrei o amor pela arte (música, atuação, dança, cantar, entre várias outras) e eu sou completamente horrível neles. Mas é algo que eu amo, e amaria trabalhar. Agora vou falar um pouco da famosa ansiedade, convivo com ela desde o ensino médio, nunca fui a um psicólogo porque ela começa sugando poucas coisas, que vão te impedindo de fazer coisas, e de seguir os sonhos. Até chegar no ponto de ano passado, eu não conseguir me reconhecer no espelho, não sabia o que eu gostava, o que tinha de ambição, entre outras milhares de coisas que, agora, estou tentando retomar.
Vamos recapitular: feio, gordo, mordida aberta, crosta estranha, pele extremamente seca nas mãos, óculos, suor excessivo, sem talento e ansiedade. Eu nunca me apaixonei completamente por alguém, já perdi o BV, mas a gente estava meio bêbado em uma festa. Sou virgem (Nossa, sério **por favor, fingem surpresa aqui**). No início da quarentena, eu me apaixonei..., mas me apaixonei por uma pessoa próxima, certo? Errado, me apaixonei por uma pessoa inalcançável. Literalmente, ela é brasileira, famosa, mais de 15M de seguidores no Instagram. E não foi aquela paixão com teor sexual, eu me apaixonei daquela forma boba, de querer estar com a pessoa, saber como foi o dia dela, ver ela crescer e brilhar, beber um vinho e conversar sobre tudo, viajar, etc. E eu sei que nunca vai rolar, porque... bem, eu sou eu e ela é inalcançável.
submitted by FlavioKD9 to desabafos [link] [comments]


2020.06.09 18:44 sapokk Como mudar o horário do sono do filhote de um cachorro?

Ganhei um filhote de Shih Tzu de presente de uma amiga, ele chegou na quinta feira da semana passada. Após alguns dias com ele, reparei que ele dorme um sono bem pesado a partir das 18 horas, acordando apenas para fazer xixi, e deve acordar por volta de 1 da manhã do outro dia (nesse período de sono das 18 as 1am, ele acorda e faz xixi algumas vezes e bebe água). Quando acorda na madrugada, ele come sua ração e fica brincando sozinho, porém após isso ele começa a latir ou chorar para que eu de atenção para ele. Gostaria de saber como posso fazer para que ele fique acordado até umas 21 ou 22 horas, para que ele acorde mais tarde pela manhã.
Obs: durante o dia ele dorme várias vezes também, porém com tempo curto (30 minutos a 1 hora), geralmente é sempre depois que eu brinco com ele ou após ele comer a ração.
submitted by sapokk to desabafos [link] [comments]


2019.09.26 16:59 Mukatsu Vicente e Bartolomeu

Este é o primeiro post que faço aqui. Eu descobri que gosto muito de escrever, porém, tenho medo, nunca entrei neste mundo antes, esse é o primeiro conto que criei, poderiam dar dicas sobre como melhorar? Podem criticar mesmo, se tem erros gramaticais, coisas fora do comum, problemas com a narrativa e etc.

Vicente e Bartolomeu
Em um reino muito distante, uma bruxa aterrorizava a todos. A bruxa aparecia de tempos em tempos para matar e zombar do povo, também havia em mente tomar todo o reino para ela.
O rei não gostava nada da situação em que seu reino estava, ele sabia que alguma medida deveria ser tomada, porém, a bruxa era poderosa e cruel, todos estavam amedrontados, mas ele sabia que podia contar com seus dois únicos filhos, Bartolomeu, o filho mais velho e Vicente.
Bartolomeu vai ao encontro do seu pai e ambos dialogam sobre as medidas a serem tomadas para o reino:
- Meu filho, chame seu irmão e, juntos, combatam a bruxa asquerosa que vive na remota floresta.
- Meu pai, estou de acordo, acharei meu irmão e iremos juntos nesta missão, traremos honra e glória ao reino!
Bartolomeu fora ao encontro de Vicente. Vicente estava dormindo perto de um riacho, e, como de costume, falava sozinho enquanto dormia.
-Acorde, irmão, acorde! Nosso pai nos manda em uma missão!
Vicente acorda e pergunta o que está havendo. Bartolomeu conta ao irmão sobre a missão dada do pai deles:
-Irmão! Nosso pai deu-nos a missão de dar cabo à bruxa! Esta não para de tentar acabar com nosso povo e com todo o reino!
- Oras, nosso pai tem um exército em suas mãos, que mande ele soldados até a casa da bruxa.
- O reino está totalmente aterrorizado, irmão. É necessário que cumpramos nosso dever para com nosso pai e levemos honra ao reino.
Vicente fora esperto, tinha a intenção de se tornar o novo rei, porém, não o podia ser pois, com a morte ou velhice do pai, quem seria rei era o irmão mais velho. Pensou que, se de algum modo Bartolomeu morresse na missão e ele conseguisse fugir, talvez conseguisse cumprir seu objetivo. Vicente disse:
- Olhe, se é pelo bem de nosso pai e pelo bem de todo o reino, iremos e daremos cabo da bruxa!
-Obrigado, irmão! Porém, tem certeza disto? É isso mesmo o que quer? Bartolomeu perguntou seriamente.
- Tenho sim!
Bartolomeu havia levado suprimentos e armas, seriam dois dias de viagem até a casa da bruxa e eles tinham de estar preparados. Saíram dali e caminharam durante um dia e uma noite, conversavam sobre como agir na presença da bruxa e que a melhor opção era pega-la desprevenida. Vicente ouvia todos os conselhos e parecia concordar com tudo (porém, ele havia outros planos em mente). Ambos comeram, beberam e puseram-se a dormir.
No meio da noite, como de costume, Bartolomeu tinha de acordar o irmão, pois Vicente e sua mania de falar enquanto dormia era de incomodar qualquer um.
Na manhã seguinte, os dois revisaram todos os planos e logo voltaram a caminhar. Bartolomeu perguntou ao irmão:
- Se quiser desistir, pode voltar atrás, sabe disto, certo?
- O quê!? Não diga isto, irmão, não podemos recuar agora, estamos tão perto...
- Então, sigamos em frente.
O sol estava se pondo, já podiam ver a casa da bruxa no meio de uma floresta cheia de árvores ressecadas e podres. Esconderam-se atrás de uma grande pedra e, mais uma vez, conversavam sobre seus planos para acabar com a bruxa:
- Então, assim que ela cair no sono, a matamos.
- Certo!
- Querido irmão, vou perguntar pela última vez, tem certeza de que é isto que quer?
- Oras, Bartolomeu! Desde o início já colocara em minha cabeça de que isto é necessário, pelo bem de nosso pai e do reino, sim, tenho certeza de que é isto que quero!
Bartolomeu não respondeu mais nada, parecia estar concentrado na missão.
A noite havia chegado, porém, luzes vindas de velas dentro de crânios estavam acesas em volta da casa, demonstrando que a bruxa ainda estava acordada. Bartolomeu e Vicente apenas esperavam tudo escurecer para seguir com a missão.
Passada algumas horas, viam uma sombra de uma pessoa andar aos arredores da casa, seria a bruxa? A pessoa apagou todas a velas, então, esta seria a melhor hora para agir. Esperaram mais um pouco e, quando tudo parecia ser um silêncio total, deram voltas na casa da bruxa e procuraram por brechas, havia uma janela quebrada da qual podiam entrar.
-Irmão! Disse Vicente enquanto cutucava Bartolomeu.
- O que foi, irmão?
- Entrarei primeiro, sabes que sou mais esguio e furtivo que você, voltarei e darei informação de como está lá dentro!
- Certo, tome cuidado.
- Não se preocupe!
Passados alguns minutos, Vicente volta e diz que a bruxa estava a dormir tranquilamente e que aquela seria a melhor hora para agir.
- Bom trabalho, irmão! Disse Bartolomeu.
Ambos entraram na casa da bruxa e Vicente logo mostrou o caminho para o quarto dela. Chegando lá, a velha bruxa era horripilante, parecia uma mistura de animal selvagem com ser humano.
- Não perca tempo, acabe com ela. Cochichou Vicente.
- Não se preocupe, irmão.
Bartolomeu tirou sua espada da bainha e deu um golpe certeiro na bruxa. E, finalmente, após ter decapitado a terrível bruxa, Bartolomeu e seu irmão completam a missão da qual seu pai lhes havia designado. Porém, ao virar-se, uma adaga acerta as costas de Bartolomeu. Era Vicente, seu próprio irmão. Havia apunhalado Bartolomeu pelas costas.
- Desculpe, irmão. Jamais poderei aceitar você como o sucessor do trono, EU que sou digno! Não você!
- I-I-Irmão... vou.… perguntar... pela... última... vez...
- Perguntar? O quê?
- Você... tem certeza... que é isto... o que quer...?
Vicente estava confuso, achava que as perguntas eram sobre a missão que seu pai havia lhes dado, porém, eram sobre ele querer desistir de tentar assassinar seu irmão. Bartolomeu sabia dos planos de Vicente.
- Sim! É o que eu quero!
- Sendo... assim... nenhum de nós... irá... ter o.… trono...
Dando um último suspiro, Bartolomeu morre. Vicente havia conseguido o que queria, assassinar seu irmão da qual ele achava que lhe impediria de conseguir o trono. Agora, tudo o que Vicente queria, era, de algum modo, assassinar seu próprio pai, ou, pelo menos, agilizar sua morte. Pensou:
- Colocarei veneno na comida de meu pai e colocarei a culpa nos serventes.
Vicente não sentira remorso pelo ato cruel que havia cometido. Se sentindo confiante, foi em direção à porta para ir embora. Porém, dado apenas três passos, começou a sentir muita dor e logo ficou pálido e gélido.
- O que está havendo? Me sinto fraco... Vou.… morrer?
Bartolomeu sabia o que seu irmão tramava, pois o ouvia comentar sobre seus planos enquanto dormia. Na noite anterior, Bartolomeu havia colocado veneno em uma bebida para seu irmão. Bartolomeu quis realmente acreditar que Vicente desistiria daquela ideia maluca, e, por várias vezes, perguntou ao irmão se ele queria desistir do que planejava, meio como implorando para que ele mudasse. Caso o irmão se arrependesse, Bartolomeu falaria do veneno e faria o irmão vomitar, porém, agora, nem Bartolomeu e nem Vicente teriam o trono.
- Isso... foi você!? Como pôde!?
Vicente não consegue mais falar, cai e logo morre.
Um barulho é ouvido, parecia ser de uma porta se abrindo, quem poderia ser?
- Irmã. Trouxe mais uma poção mágica para nós duas.
Uma outra bruxa entrara na casa. Acendendo as velas, percebeu o que havia acontecido ali e gritou:
- COMO PUDERAM FAZER ISTO COM MINHA IRMÃ!? MALDITOS!
Esta bruxa parecia furiosa, era tão horrenda quanto sua irmã.
- Malditos filhos do rei! Porém, agora, vocês estão destinados a se tornarem nossa peça principal para destruir aquele ninho de ratos!
A bruxa, completamente irada, começa a vasculhar pelos armários da cozinha por algumas poções, acaba encontrando um frasco transparente com um líquido verde florescente, e, derramando metade do líquido em cima do corpo de Vicente, ela diz:
- Que suas intenções sejam favoráveis a mim! Obedeça-me!
O corpo de Vicente derrete, sobrando apenas ossos. A bruxa diz algumas palavras estranhas, incompreensíveis, momentos depois, Vicente acorda, bem, seu esqueleto, pelo menos...
- Que é isto!? O que fizestes comigo!?
- Seu verme miserável! Você matou minha irmã, porém, tive sorte, um sangue real igual o seu será de grande valia para mim.
- Calada! Olhe o que fez comigo! Traga-me de volta o corpo que me pertencia
- Silêncio!
A bruxa puxa uma varinha de seu vestido preto, aponta para Vicente e ele dobra os joelhos, forçadamente, para a bruxa.
- O-O que é isto!? N-Não pode me controlar assim!
- Rato insolente, seu irmão e você trabalharão juntos e tomarão aquele reino asqueroso para mim!
- O quê!?
- Sinto que você tinha desejo de poder, não se preocupe, o trono será seu. Mas só estará lá para seguir minhas ordens.
- Nunca!
- É o que veremos.
A bruxa olha para o corpo de Bartolomeu e diz que agora seria a vez dele, porém, algo está errado. A bruxa diz:
- Ora, ora, mas o que temos aqui?
A bruxa percebera que Bartolomeu tinha uma doença grave nos ossos, ele logo estaria morto de qualquer jeito.
- Veja aqui, seu verme. Você trabalhará sozinho para mim, seu irmão não me servirá, porém, ainda tens sangue real, serás peça preciosa!
- Me mate! Não servirei você! Apenas me mate!
- Não será tão fácil assim.
A bruxa reveste todo o corpo de Vicente com pele e dá a ele aparência de um ser humano novamente, porém, lhe retirou a fala. Ela controlava Vicente. Mandando agora nele, o envia de volta ao reino para fazer com que ele assassine o rei, seu próprio pai. Sem escolha e sem poder dizer nada, Vicente é apenas a marionete obediente da bruxa.
Chegando ao castelo, a bruxa, que ainda está na casa de sua irmã, fala na mente de Vicente:
- Você assassinará seu próprio pai, isto já será o começo do caos. Não se preocupe, sou uma bruxa misericordiosa, poderá trocar algumas palavras com ele antes de que o inferno caia sobre seu reino.
Os guardas percebem que Vicente estava de volta, eles logo o levam para a sala do rei. Chegando lá, o rei ordena para que fique a sós com seu filho. O rei pergunta onde está Bartolomeu, seu irmão. A bruxa dá a voz para Vicente antes de fazer o que planejava.
- Pai... meu irmão... morreu em missão...
O rei estava sem palavras, chorou, abraçou seu único filho que lhe restava e disse:
- Amava muito Bartolomeu..., porém, já chorei tudo o que havia de chorar, ele tinha uma doença que logo o mandaria para o outro mundo.
Vicente se espanta, não sabia disto.
- P-Pai!? O que está dizendo!?
- Seu irmão tinha uma doença que logo o mataria, ele já havia aceitado seu destino e iria dar a boa e má notícia a você ao concluírem a missão.
Vicente ficou em silêncio. O rei disse:
- Seu irmão contaria que o trono seria seu ao terminar a missão.
Vicente não esboçou reação, não havia demonstrado espanto pela doença do irmão, nem pelo ato que o mesmo haveria de tomar para com ele.
Sacou rapidamente uma adaga e acertou o coração do próprio pai.
- F-filho!? O que é isto!?
- Vivo, morto, meio-termo, não importa, este trono é meu.
Vicente assassinou seu próprio pai e fez parecer que fosse suicídio, deu a desculpa de que o rei não aguentou saber da morte do próprio filho que “mais amava”. Finalmente, o trono era dele. Porém, o filho mais novo do rei não ouvia a voz da bruxa e nem sequer era mais controlado por ela. Vicente estava tão tomado, novamente, pela sua ganância ao poder, pelo egoísmo, que não havia percebido que a bruxa, por algum motivo, não o controlava mais.
Lá longe, na casa da bruxa, novamente, três corpos. Uma bruxa decapitada, o filho mais velho do rei e a irmã da bruxa, que fora assassinada por Bartolomeu. Bartolomeu fingia estar morto e, ouvindo tudo o que acontecia, ao perceber o momento em que seu irmão encontrava-se na presença de seu pai, matou a bruxa antes que ela voltasse a controlá-lo, acreditando que Vicente, depois de tudo, havia se arrependido.
submitted by Mukatsu to escrita [link] [comments]


HORA DE ACORDAR! - Augustus Nicodemus Como Trocar o Acorde no Tempo Certo da Batida de Rock ... 15 Tempo Ft Arcangel Se AcordarAn De Mi - YouTube tempo de acordar -Playback Eliã Oliveira É tempo de acordar - Parte 2. Pense em Jesus - e tempo de Adorar [Lázaro] - YouTube Con Acordes: Practicar el tempo con metrónomo en los ... Tempo de acordar - YouTube ELIÃ OLIVEIRA É TEMPO DE ACORDAR - YouTube

Acordar - Rádio Macau - Cifra Club

  1. HORA DE ACORDAR! - Augustus Nicodemus
  2. Como Trocar o Acorde no Tempo Certo da Batida de Rock ...
  3. 15 Tempo Ft Arcangel Se AcordarAn De Mi - YouTube
  4. tempo de acordar -Playback Eliã Oliveira
  5. É tempo de acordar - Parte 2.
  6. Pense em Jesus - e tempo de Adorar [Lázaro] - YouTube
  7. Con Acordes: Practicar el tempo con metrónomo en los ...
  8. Tempo de acordar - YouTube
  9. ELIÃ OLIVEIRA É TEMPO DE ACORDAR - YouTube
  10. Como prever os acordes de uma música (tirando música em ...

* CONHEÇA NOSSO CURSO ONLINE DE VIOLÃO: http://www.damirolucchesi.com.br/violao-yt * VISITE NOSSO SITE: http://www.meuviolao.com.br * CURTA nossa FanPage: ht... Nunca esqueça de Pensar em Deus sobre Tudo !! Se inscreva na Semana do tecladista e tenha todo o conteúdo completo! De graça! https://pages.institutomestre.com/sdt-in Acompanhe minhas redes sociais e rec... 37º Seminário Municipal de Educação 100% DIGITAL 6° Parte 11/08/2020 SEMED PORTO 322 watching Live now Growing Plumerias with Steve Hampson - Duration: 7:07. http://www.guitarraenunclic.com Con Acordes: Practicar el tempo con metrónomo en los pulsos 2 y 4 del compás con acordes. Ejercicio con metrónomo en guitarra... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Por Que Judeus da época de Paulo Não Criam em Jesus - Augustus Nicodemus - Duration: 56:45. Augustus Nicodemus Lopes 261,560 views Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Tempo de acordar- Eliã oliveira playback. Our new desktop experience was built to be your music destination. Listen to official albums & more. En los cargos de narcotrafico y conspiracion de posecion e intento de distribusion por la cantidad de 30 kilos o mas de heroina El jurado del verado que David Sánchez Badillo hacia encontrado CULPABLE (I AM THE BEST) Prrra WOW Pase lo que pase voi a campear Pase lo que pase lushare i no me voi a kitar pase lo que pase voi a hacer historia