Minha personalidade

Confira todos os nossos conteúdos sobre personalidade. Só o Minha Vida oferece os melhores conteúdos de personalidade Bom gente, tenho 18 anos. E como todos sabem, a adolescência é uma fase de descobertas e construção de personalidade. Mas no meu caso, nunca tive um jeito de ser definido, não tenho estilo definido e nem amigos, por culpa de ser o que eu sou e estou cansada disso, dizem que temos que ser nós mesmos para não perdermos a nossa essência, mas eu prefiro perder a minha essência do que ... Saber qual é o seu tipo de personalidade pode ajudar no seu crescimento pessoal. Quanto mais você se conhece, mais segurança terá para enfrentar a vida e para perceber se precisa mudar algo, se existe algum excesso que reduz a sua qualidade de vida.Reflita para descobrir qual é o seu tipo de personalidade: podemos ter várias características de diferentes tipos de personalidade, mas ... Ou seja sua personalidade dependendo do resultado do teste pode decidir se você terá ou não terá um emprego. Empresas de RH usam vários tipos de testes de personalidade, dependendo da atividade que se pretende um determinado teste pode ser aplicado e a partir dai fazer a ligação da pessoa certa para a vaga de emprego certa. MINHA DEMÊNCIA Não é fácil definir minha personalidade. Não a tenho. Um dia sou uma coisa (coisa literalmente); no outro dia sou outra. Vivo em constante metamorfose reversível, não como o personagem kafkiano que foi se transformando de gente em barata e nunca mais voltou a ser gente. Bem, eu posso dizer que por grande parte da minha vida eu não fui uma pessoa com personalidade, pelo menos não com uma personalidade admirável. Só que através de muito estudo, e principalmente atitudes, eu entendi como mudar minha personalidade e o meu jeito de ser. Mas será mesmo que as pessoas podem mudar Como Descrever Sua Personalidade. Saber descrever a si mesmo é uma habilidade importante: independentemente de você estar preenchendo um currículo, preparando-se para uma entrevista de emprego ou tentando fazer novos amigos. A... Disclaimer: All non-English versions of the website contain unofficial translations contributed by our users.They are not binding in any way, are not guaranteed to be accurate, and have no legal effect. The official text is the English version of the website. Please consider reporting inaccuracies to [email protected] or join our translation project! 7 testes de personalidade para descobrir quem você é! Se você pesquisar no Google pela palavra-chave teste de personalidade, vai encontrar vários exemplos de testes online para fazer. Não vamos fazer aqui uma seleção com os melhores sites ou blogs para fazer esse tipo de autoavaliação, mas sim explicaremos o que cada teste analisa. Tag Minha Personalidade 10/08/2016 Hoje é mais um dia de Tag aqui no BEDA, e trago dessa vez uma Tag diferente que encontrei no blog Meu Universo Inexplicável da Júlia <3.

Desabafos

2015.07.17 00:35 chokkolate Desabafos

Quer desabafar e não tem com quem fazer isso? Quer apenas ser ouvido sem ser julgado? Quer apenas despejar tudo e ficar com o coração mais leve? Ou quer simplesmente pedir conselhos para algo que o aflija? Está no lugar certo.
[link]


2018.11.06 17:55 kinoppix Subreddit LubaTV

Subreddit da comunidade mais incrível que essa internet já viu.
[link]


2020.09.23 06:08 ispanholito estou enlouquecendo

(texto sem acento)pode parecer infantil ou qualquer coisa assim, não me julguem, mas estou enlouquecendo na minha casa, sou filho do meio, ja começa ai a parte ruim kkkk, tenho 16 quase 17 e minha mae me trata como uma criança de 5, treta melhor minha irma mais nova(10) que eu, so pq ela é mimada, meu irmao mais velho tem minha familia na palma da mao pq ele puxam o saco dele pakas, des de pequeno sou extremamente manipulado por meus pais que nao deixam eu fazer literalmente NADA na porcaria da minha vida, a maioria dos garotos na minha idade esta se divertindo com os amigos, mas eu tenho que IMPLORAR pra ela me deixar ir na casa de um amigo, isso quando ela esta de bom humor, meu pai é um bunda mole, que n faz porcaria nenhuma para mudar esse jeito dela, ate pq ela manipula ele tmb, meu irmao tem todos na mao, minha mae tem todos menos ele, minha irma nao pode dar um berrinho q tmb ganha tudo, sou o unico ferrando nisso tudo, quando eu falo que meus amigos estao se diertindo e eu tmb queria nao estou falando de ir em festas e ficar bebado pakas, so queria minha liberdade, minha mae enfiou tanto a religiao dela na minha cabeca que (agora entra a loucura) eu estou ficando paranoico pensando que nao posso fazer nada que é pecado, e que qualquer coisa vou para o inferno(isso que eu ja fiz muita bosta proibida na biblia, mas nao conta como pecado pois nao tinha noçao que ra, mas mesmo assim pesa no meu coraçao), tmb estou desenvolvendo uma personalidade "egoista" que eu chuta estar criando como um sistema de defesa para a maneira que eles querem tirar tudo de mim, tmb estou criando uma segunda personalidade que esta me enlouquecendo, ela funciona assim, nao posso ver nada que penso merda, nao posso passar por uma pessoa deficiente ou com problemas que eu julgo elas, mas eu juro pra vcs, nao é de proposito, é como uma resposta natural, tipo, um homem sem braço passou por mim e eu pensei, "olha la o cotoco" dai eu respondo pra mim mesmo(pq isso n era uma coisa que eu queria fazefalar) "calaboca ruan(eu) ce vai pro imferno mano, resumindo.... nem tem como resumir......
submitted by ispanholito to desabafos [link] [comments]


2020.09.23 04:53 Leonardo-Heckler Minha simples história

Bem faz um tempo que eu fico nesse SubReddit e converso com pessoas interessantes sobre diversas coisas e geralmente vejo que apanas uma boa conversa pode ajudar a pessoa a pelo menos parar um pouco e relaxar, eu fiz um server no Discord com o intuito de não ter simples frases de motivação ou discursos de como a vida vale a pena ser vivida, mas sim algo para tornar a coisa mais orgânica e natural para que todos possam trocar experiências e idéias, mas bem o post não é sobre isso kkk eu me perco as vezes mas vou tentar deixar tudo o mais claro possível.
Vou tentar me "abrir" aqui afinal nunca fiz um desabafo decente então vou tentar só falar o que me aconteceu e como eu lidei e talvez isso ajude alguma pessoa que esteja lendo então é isso.
(1-7 anos) Bem venho de uma família problemática então muitas coisas ruins de personalidade ou costumes que eu venho tentando mudar deis de então vieram dessa época, onde absorvia tudo ao meu redor e replicava da minha forma, então isso já sendo um problema teve grande coisas que me marcaram nessa época, sendo deis de eu ter sido estuprado várias vezes pelo meu pai(que está preso hoje em dia por alguma merda que fez) com a morte da minha irmã mais velha para o câncer, que além dela ser a pessoa que eu me inspirava ela também era meu porto seguro, eu podia contar com ela pra tudo ela era incrível e engraçada, ela que me ensinou que mesmo nos momentos mais ruins é importante rir e brincar, por que não importa como tudo pode estar desabando, no fim ser capaz de rir e o mais importante fazer outra pessoa rir, é o que no fim torna uma pessoa forte, mesmo ela estando morrendo ela brincava e fazia graça, e eu sabia que ela tava morrendo de medo, por que ela sempre fazia piada quando tava nervosa..mas então como eu lidei com isso? Sobre a questão da minha irmã eu sempre tentei me inspirar nela todo aniversário dela eu visito o túmulo dela, e agradeço por que mesmo tento passado apenas oito anos ao lado dela, nesse pouco tempo onde eu não entendia quase nada sobre nada ela conseguiu me ensinar coisas que eu levo e irei levar para o resto da vida, então sou grato por ela ter sido minha irmã, e sobre a questão do meu pai, eu realmente não sei como lidar com isso até hoje, talvez sejam o que chamam de bloqueio mas eu não sei realmente, lembro que isso me doía muito de uma forma que eu acordava com aquele aperto no peito e ia dormir com ele, mas acho que no fim se tornou algo que eu desisti de pensar ou sentir qualquer coisa sobre.
(7-13)
Nessa época eu já fazia muitas coisas que faço hoje em dia, mas eu fazia coisas de formas diferentes eu bebia muito e fumava, coisa que eu parei e não chego nem perto, e nessa época eu adorava ir para a escola simplesmente para ser o bobo da turma, minha alegria não era tirar boas notas nem arrumar namoradinhas ou coisa do tipo, nem ser "popular" me interessava, tudo que me fazia levantar e ir pra escola era fazer a turma toda rir, e quando o professor ria, pra mim era o melhor dia da semana kkkk, eu gostava de provocar a galera que era metida a besta, como valentões ou patricinhas da escola, e eu sempre fazia questão de ser amigo das pessoas "esquisitas" da escola era com quem eu conseguia conversar sem medo, por que eu simplesmente sentia que pertencia a esse "grupo" mesmo a maioria das pessoas desses grupos sendo antisocial e tendo problemas de timidez, coisa que eu nunca tive, eu nunca tive problema de ir na frente da sala ou algo do tipo, pra mim sempre foi algo natural, e eu lembro que depois de um bom tempo eu percebi que sozinho eu era outra pessoa, eu não brincava nem era "feliz" eu só...bem eu era do meu jeito, então depois de muita reflexão e trabalhar em me tornar melhor eu entendi que eu não precisava mudar isso, esse é meu jeito, mas a única coisa que eu precisava mudar era que eu precisava ser capa de ser feliz sozinho e conviver comigo mesmo da mesma forma que os outros, e se você se senti como eu me sentia, bem, então vai ter que concordar que a galera "esquisita" é a mais daora que tem kkkkk
(Hoje em dia) Hoje tenho 15 anos, trabalho como menor aprendiz na ala de necropsia (sim deve parecer meio estranho trabalhar com corpos, mas eu posso colocar pra tocar um Hard rock nervoso no trabalho kkk e ninguém reclama kkk) eu tenho carteira assinada e ganho bem, e já tenho dinheiro guardado para que eu possa investir depois(pelo menos isso minha família me ensinou kkk) e eu nunca estive melhor por que mesmo nos dias que eu estou mais pra baixo eu consigo levar o dia tranquilo e sem problemas, faz alguns meses que não tenho um ataque de ansiedade, tenho certeza que algum momento terei de novo mas até lá tudo tranquilo kkk, eu ando tentando melhor como pessoa e tentando me adaptar a idéia de que nem todo mundo entende que uma piada em um momento inoportuno não é ruim, mas sim o alívio do momento, mas isso aí veremos com o tempo kkk.
Esse foi o meu "desabafo" por que eu acho que deveria ser justo com a comunidade e postar um que seja totalmente sincero, e espero que alguém entenda kkk por que eu sou muito confuso falando imagina digitando kkk, mas bem é isso e obrigado por ler <3.
submitted by Leonardo-Heckler to desabafos [link] [comments]


2020.09.21 23:13 VejoEnfimALuzBrilhar Preciso de ajuda

Alguém me ajuda? Tô com insônia e não consigo parar de chorar, me dá um aperto no peito e começo a criar coisas na minha cabeça do nada. Além do mais, as vezes eu me considero outra pessoa, tipo com outra personalidade e tals. No começo achei q era só crises de choro normal por causa dos meus pais (eles são tóxicos), mas criar coisas na minha cabeça e essa mudança de personalidade do nada me assusta. Eu realmente estou confusa
submitted by VejoEnfimALuzBrilhar to desabafos [link] [comments]


2020.09.21 14:38 spetsnatz [Anúncio AMA] Pedro Coelho, Administrador da Square Asset Management

Caros amigos, regressamos do período de férias, de volta aos AMA, com uma personalidade de grande relevo no mundo financeiro, mais especificamente, dos Fundos Imobiliários: Pedro Coelho, Administrador da Square Asset Management.
Licenciado em Contabilidade e Economia, Pedro Coelho reúne uma vasta experiência em Fundos de Investimento Imobiliário, sendo um dos maiores especialistas neste sector.
A Square Asset Management é especialista na gestão de Fundos de Investimento Imobiliário, tendo cerca de 1.400 milhões de euros de activos sob gestão. Entre os quais se destaca, naturalmente, o maior fundo imobiliário aberto português e com a melhor rentabilidade líquida do mercado: CA Património Crescente. Com cerca de 800 milhões de euros sob gestão, este fundo, a cargo de Pedro Coelho, representa mais de 50% do portfólio da Square.
A Square é também a maior sociedade gestora independente de Fundos de Investimento Imobiliário Aberto em Portugal, com 11% de quota de mercado. É ainda a única sociedade gestora a ser subcontratada por grandes grupos económicos nacionais (Caixa Central de Crédito Agrícola, Grupo Montepio, Grupo Banif) para gerir os seus fundos imobiliários, sendo também a única que gere fundos abertos.
Nesta fase de pandemia que atravessamos, rodeada de incerteza em praticamente todos os sectores socioeconómicos, o sector imobiliário é um dos que suscita maiores dúvidas, por parte da sociedade em geral e da nossa comunidade em particular.
Estamos perante grandes revoluções ao nível do imobiliário, quer seja na oferta turística, comercial ou habitacional. Durante o período de confinamento obrigatório, os portugueses foram forçados a passar mais tempo nas suas casas, onde - para melhor ou pior - foi colocado em evidência alguns aspectos das habitações, nomeadamente os espaços interiores e exteriores ou ainda as localizações. Estas constatações levaram a novas tendências de mercado que poderão alterar, nos próximos tempos, o mercado de compra e arrendamento de imóveis.
Do ponto de vista dos investimentos, outras questões se levantam, tais como:
Ninguém melhor para responder a estas, e outras questões, senão o nosso convidado Pedro Coelho. Será uma oportunidade única para poderem colocar as vossas dúvidas acerca deste sector e, mais especificamente, de investimentos em Fundos de Imobiliário.
A estrutura deste AMA será semelhante à anterior, sendo a seguinte:
Por fim, gostaria de agradecer ao Pedro Coelho pela sua simpatia, disponibilidade e prontidão com que aceitou o nosso convite para este AMA. Através de todo o conhecimento e experiência que adquiriu ao longo da sua vasta carreira, o Pedro está sempre disposto a ajudar em prol da literacia financeira. Da minha parte, só posso ficar grato pela honra que nos concedeu.
Data do AMA: Sábado, 26 de Setembro às 15h00
Local: /literaciafinanceira
NOTA: Este post é apenas o anúncio, por favor coloquem as questões na thread do AMA de acordo com as regras acima descritas.
Contamos convosco!
submitted by spetsnatz to literaciafinanceira [link] [comments]


2020.09.21 08:02 backdriftingg Dúvidas sobre minha sexualidade

Recentemente a minha namorada terminou comigo depois de mais de um ano pq ela disse que sentia atração por um amigo dela. Isso me destruiu pra caralho pq eu amava muito ela. Mas desde então eu comecei a questionar a minha própria sexualidade. Desde de pequeno eu nunca gostei de """"coisas de meninos"""" entao eu sempre andei mais com grupos de garotas, mas eu achava que isso era só uma coisa da minha personalidade. Porém depois que a minha namorada terminou comigo eu comecei a ter mais curiosidade sobre como seria ter uma relação com um homem. Mas o foda é que eu não sei se isso é só uma curiosidade mesmo ou se eu realmente sinto uma atração real por outros homens. Se for realmente isso talvez eu seja bi pq mesmo com essa curiosidade eu ainda sinto atração por mulheres. Me desculpa se eu pareci um pouco confuso, eu tô me questionando a um tempo já mas não tenho ninguém pra conversar sobre isso. Por isso decidi pedir ajuda aqui. Então qualquer conselho será bem vindo
submitted by backdriftingg to arco_iris [link] [comments]


2020.09.21 07:27 Leonardo-Heckler Me sinto deslocado

Eu tenho 15 anos, estudo no primeiro ano do médio, trabalho com carteira assinada e ainda faço o técnico, eu adoro brincar e ficar falando besteira tipo piadas toscas de internet, adoro jogar RPG e ficar de boas com meus amigos, mas em qualquer círculo de amizade que eu faça ou converse, eu não me encaixo completamente alguns tem uma mente muito fechada, outros são infantis de mais, outras não entendem que nem tudo deve ser levado tão a sério, e eu acredito que eu posso ser meio narcisista ou algo do tipo, mas será que eu sou um ser tão singular assim?, Eu realmente nunca achei alguém que tenha uma personalidade nem perto da minha nem gostos parecidos, eu realmente me sinto constantemente o erro na imagem, será que sou louco por pensar assim?
submitted by Leonardo-Heckler to desabafos [link] [comments]


2020.09.20 05:37 Knevari Queria saber o que fazer pra me sentir melhor

Tenho dificuldades de manter relacionamentos, sou completamente antisocial, nao consigo me sentir bem perto de pessoas, sinto como se elas sugassem minha energia e me deixassem exausto, sou muito ansioso, muito instável, nunca estou feliz de verdade, minha cabeça sempre tá uma zona, eu me irrito muito fácil, sinto que minha personalidade muda completamente de tempos em tempos, tenho dificuldade de me comprometer, tenho medo de responsabilidades, não tenho energia pra fazer nada, ficar na cama parece ser a melhor opção pra mim, o pior de tudo é que eu não me sinto triste por isso, eu só aceito. Já tive uma época em que eu me sentia muito triste, sozinho por vários motivos, mas sinto que superei isso e agora só me sinto vazio, sem propósito. Como se a vida fosse um fardo que eu sou obrigado a levar pra frente, eu não sinto mais vontade de correr atrás dos meus sonhos, minha autoestima vive flutuando e eu me sinto muito inferior as outras pessoas em relação a relacionamentos, aparência, nem sequer acho que sou digno de receber amor, sinto pena das pessoas que gostam (gostaram) de mim, parece que sempre procuro um motivo pra afasta-los pq não me sinto o suficiente.
submitted by Knevari to desabafos [link] [comments]


2020.09.20 01:27 e1l1even Reflexão sobre plantel - Após falhanço na Champions e goleada na Liga NOS

Há 1 mês, postaram um debate sobre as mudanças que o plantel iria necessitarealizar e eu dei a minha opinião.
Após o falhanço na liga dos campeões, a goleada na 1a jornada do campeonato, e tendo em conta que aparentemente contrataremos apenas um defesa central, podemos tirar pequenas conclusões em relação ao plantel e gostava de saber a vossa opinião.
Há 1 mês, conclui que seria fulcral reforçar a equipa com um defesa-direito, um central (pelo menos) e um 2º avançado. Estou contente de ver que temos soluções para essas posições e ainda acrescentarmos qualidade noutras posições.

Parece-me que a contratação do Gilberto foi uma tentativa do JJ fazer o seu milagre de trazer um jogador e torná-lo craque mas, aparentemente, não será esse o caso.
Fiquei contente por ele referir (flash-interview pós jogo vs. Famalicão) que o Diogo Gonçalves poderá ser aposta para a posição. É um jogador que dá tudo em campo, tem qualidade técnica e parece-me que está nas mãos do treinador ideal para aprender. Desde que ele tenha vontade para isso, poderá tornar-se num excelente ala completo.
Rúben Dias é dono e senhor desta posição, irá evoluir (ainda mais) certamente esta época.
Jan Vertonghen é um jogador com vasta experiência e que joga ao mais alto nível há mais de 10 anos, parece-me completamente exagerada algumas opiniões que li sobre ele após o jogo do PAOK. Atribuir culpas no golo sofrido é exagerado.
Nuno Tavares surpreendeu-me bastante na pré-época, e na minha opinião pessoal, provou que poderá fazer parte deste plantel e ser um bom plano B.

Rafa tem jogado nesta posição e parece-me que não é a posição em que rende mais. Tem dificuldades tremendas em definir a ultima ação. Mas poderá ser bastante útil em vários jogos e dependendo do adversário mas ainda lhe falta dar o clique nesse último passe/finalização.
Continuo com a mesma opinião sobre o Pizzi. É um jogador que simplesmente não encaixa no modelo do JJ, com uma baixíssima intensidade sem bola (assistimos no jogo vs. PAOK e nos minutos finais vs. Famalicão). Tendo em conta a personalidade e influência no balneário, terá que jogar e será útil contra equipas do nosso campeonato (de resto, como tem demonstrado no passado, brilha contra pequenos e raramente faz boas exibições em jogos grandes, e quando digo jogos grandes, não falo apenas de jogos da Champions ou contra os "grandes" de Portugal, basta jogar contra equipas com boa organização e qualidade individual razoável e demonstra grandes dificuldades). Poderemos assistir a uma mudança de intensidade (exigida pelo JJ) mas dúvido. Mas tal como disse, jogador bastante útil vs. equipas "pequenas".
Gabriel se conseguir corrigir a insistência em fazer passes longos errados e as perdas de bola infantis que demonstrou no passado, parece-me que tem as características para jogar na posição 6 do modelo do JJ e que o treinador aprecia.
Por outro lado, continuo a achar que o Weigl demonstra qualidades fabulosas, principalmente na fase de construção, as capacidades físicas podem ser alvo de crítica mas demonstra estar sempre muito bem posicionado, sempre com uma excelente leitura de jogo em todas as fases do jogo, não só na de construção.
A dupla Taarabt + Weigl tem tudo para ser uma excelente dupla neste meio campo, principalmente com a bola em nosso poder. O marroquino é um jogador completamente diferente de todos os médios que temos no plantel, com bola é fenomenal e inventa (no bom sentido) muitos lances de ataque SOZINHO. Sem bola, principalmente na transição defensiva, apresenta muitos problemas a nível de posicionamento e recuperação defensiva, e então quando chega a altura dos +70 min, deixa sempre o Weigl (neste caso) completamente isolado no meio campo.
Espero que o JJ consiga encontrar a solução para este problema. Não me parece que temos alguém indicado para rodar com o Taarabt. (Uma explosão do Paulo Bernardo ou até mesmo do Ronaldo Camará seria bem vinda mas muito pouco provável)
Rafa será o 2o na hierarquia para esta posição.

Pizzi estará em 2o na hierarquia mas tal como referi, não me parece que encaixe na filosofia do JJ, veremos com o passar do tempo.
Rafa e Pedrinho também poderão fazer esta posição.
Gonçalo Ramos a continuar assim também será dificil ignorá-lo. (5 golos nos 2 primeiros jogos oficiais da equipa B, melhor marcadoMVP da youth league 2019/2020 e ainda se ter estreado na época passada na equipa principal com 2 golos são estatísticas arrasadoras).

CONCLUSÃO:
Alguns jogadores que não mencionei aparentemente já têm saída programada e outros poderão estar pelo mesmo caminho.
A longo prazo parece-me que teremos uma excelente equipa e a hierarquia da equipa, por posição, irá começar a caminhar e a moldar-se da seguinte forma:
submitted by e1l1even to benfica [link] [comments]


2020.09.20 00:29 Rapeize Me envolvi com alguém com borderline e acho que me fodi

Há uns 2 meses eu criei um post aqui comemorando o fato de ter conseguido um trampo em uma ótima empresa a qual estou até hoje. Pois bem, em um dos atendimentos que fiz (por telefone) fiquei completamente encantado pela moça, encantado pela maneira que ela falava, enfim.. peguei o whats dela e disse que se ela tivesse maiores problemas, poderia me enviar mensagem por ali. Fui profissional, não puxei assunto nem nada.
No dia seguinte deu problema de novo e ela ligou pro suporte e tive a sorte dela cair comigo (ela não chamou no whats). Não resisti e tempos depois de ter encerrado o atendimento eu a elogiei, dizendo que ela era muito carismática. Ela correspondeu e minutos depois começou a me seguir no Instagram. E a partir daí começamos a nos falar todos os dias. Eu nunca fui tão elogiado como fui por ela, ela falava do meu jeito, tanto comportamental como físico, uma garota super carinhosa, e eu sendo recíproco e comecei a gostar dela. A gente planejava quando se conhecer pessoalmente e tudo mais.
Em uma de nossas conversas ela me disse que tinha bipolaridade e transtorno de personalidade borderline, mas disse que não era pra eu me preocupar e que estava controlado, chegou até a me perguntar se tinha alguma chance de a gente ter um relacionamento sério. Eu disse que tinha, claro, em nenhum momento eu cogitei, mesmo que por pensamento, achar que isso seria um grande problema e que era melhor largar mão. A gente flertava demais com a ideia de viver um relacionamento (2 emocionados KKK).
Enfim, finalmente chegou o dia de nos conhecermos, e foi maravilhoso! A gente se curtiu bastante, os carinhos aconteceram, a gente se sentiu muito íntimo um do outro, foi um dia muito gostoso. Acabamos transando no nosso primeiro encontro, aconteceu de forma bem natural eu diria, mas aí as coisas começaram a desandar..
De semana passada pra cá ela ficou um pouco mais distante comigo, estávamos conversando pouco e eu aqui ficando louco com isso né. Anyway, quinta ela abriu o jogo comigo e disse coisas como: eu sou esquisita, estou sem o meu remédio, não quero ser um problema para as pessoas, eu vacilo com quem eu gosto. A única pessoa que me entende é minha psicóloga, se nem meus pais me entendem, como você vai me entender? Eu pegava essas merdas que me davam na cabeça e transferia para as pessoas, e todo mundo enlouquecia, não aguentava e ninguém é obrigado a aguentar. Sirvo para ficar sozinha.
Eu falei que não era surpresa da condição que ela vivia e estava disposto a tentar, pq eu gosto dela. Falei por A+B que eu quero continuar. Desde então a gente tem conversado no whats, pouco ainda, está tudo indefinido. A decisão está nas mãos dela de tentar embarcar nessa comigo. Ela tem entrado no whats, sai, demora pra responder, sério isso é horrível. Que ela tem esses problemas, é fato, mas fico me perguntando se ela pra me magoar menos estaria aproveitando a condição dela para justificar nossa "separação". Eu fico meio puto também pq ela disse que não era pra me preocupar. Eu tava vivendo muito bem e aí ela aparece na minha vida e mete uma dessa?
Eu tenho sentido uma sensação de vazio, um desespero quase, pq há 1 semana a gente tava junto grudado, e agora me sinto sozinho aqui olhando pro nada. Pessoas com borderline são muito intensas, tanto para coisas ruins como para as boas, então será que tudo aquilo que ela já me falou, nesse tempo que nos conhecemos, foi mais fruto do transtorno do que o sentimento propriamente dito? Vale ressaltar que a gente nunca discutiu ou chegou perto disso, ela é um amor de pessoa. Enfim, to me sentindo um viciado em abstinência sem a droga. Se você leu tudo, eu agradeço, de verdade.
submitted by Rapeize to desabafos [link] [comments]


2020.09.19 04:42 Nether-San Meu desabafo atual(de verdade)

Bom, para resumir...meu pai traiu a minha mãe e após os PIORES dias da minha vida de brigas e coisas horríveis eles se separaram e meu pai vai sair de casa amanhã, durante esse tempo de brigas até hoje eu senti muitas coisas e cheguei a minha conclusão até hoje: Eu estou livre, livre do meu inferno de brigas e dias intermináveis de tristezas e ódio...essa semana quando meu pai fez um discurso lindo dizendo que ia sair de casa e fez um discurso lindo falando que ia sempre amar eu e minha irmã eu, obviamente pela separação, não me senti feliz nem triste, só senti liberdade e um peso a menos para segurar...mas minha irmã agiu diferente, ela por mais que seja mais nova e diferente tem MUITAS semelhanças de personalidade comigo(por isso nos damos tão mal) e a separação era o maior medo dela(assim como eu na idade dela, 8 anos) e ela chorou e sofreu bastante...anyway, eu tava quase perdoando meu pai por julgando a situação eu achei que ele havia parado de falar com a desgraça de mulher horrível com quem ele traiu minha mãe e nossa família...mas hoje tudo mudou, minha irmã jogando joguinhos no celular dele do nada ligação de ninguém mais ninguém menos que ela, a mulher...minha irmã chorou, gritou e sofreu mais ainda, está agora com minha mãe no quarto e meu pai em outro(estou no meu, isolado de todos) e pqp, eu que estava o perdoando ver que ele continuou com aquela mulher e não cortou laços com ela??? Ah vsf pai, papo de que vai sempre nos amar para isso?? Ele não sabe quantos choros eu segurei e sofrimentos para fazer a dor da minha mãe e da minha irmã diminuir...eu definitivamente não sei oq pensar, pensei que aos poucos com a saída dele eu seria livre e teriamos uma época de paz aqui em casa, mas pelo que vejo vai ser uma época de sofrimento e dor...não sei se meu pai(no qual tenho nojo de ter o sangue dele em mim) mereçe ser perdoado por mim, só quero que ele suma e que eu nunca mais o veja, se ele deixasse aquela P*TA de lado e cortasse totalmente laços com ela eu com certeza o perdoaria, mas já que não vai ser assim eu não devo perdoá-lo...né?
submitted by Nether-San to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 16:03 nidd3regunkerium Eu me odeio

É simples, eu odeio minha personalidade e não consigo lidar com isso, não adianta oque eu faça, eu não consigo parar de me odiar
submitted by nidd3regunkerium to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 14:34 UninformedImmigrant U wot m8? Estórias de um gajo que se mudou para o UK [Capítulo 0: Introdução]

Post anterior: https://www.reddit.com/portugal/comments/itrx1l/estou_a_pensar_escrever_uma_s%C3%A9rie_de_textos_sobre/
Olá amigos.
Perguntei-vos se estariam interessados numa série de posts acerca da minha experiência enquanto emigrante no UK. A resposta pareceu positiva, por isso vou começar a publicar o que vou escrevendo. Este primeiro post serve de introdução para ditar o mote dos restantes; aproveito para deixar aqui uma série de notas que depois escuso de repetir nos seguintes.

Que merda é esta?

Há-de ser um relato mais ou menos organizado da minha vivência como emigrante, escritos de forma predominantemente episódica. Cada capítulo pretenderá abordar um tema diferente que, na minha opinião, poderá afectar outras pessoas na mesma situação que eu. Basicamente, cada capítulo relatará grosso modo uma situação que me fez pensar "puta que pariu, porque é que não me disseram isto antes?"
Mais concretamente, quero:
Antes de começarmos, algumas coisas importantes de referir:

O que é que vem a seguir?

Este post é uma introdução muito básica ao "projecto" que estou a começar. Neste momento tenho esta introdução escrita, e mais alguns capítulos pensados e alinhavados. Para já, tenho alguns temas principais acerca dos quais gostaria de (ou comecei a) escrever:
Não os vou escrever por ordem, garantidamente. Sintam-se à vontade para sugerir tópicos, já acrescentei um ou outro de comments no outro post. Vou tentar manter os posts ligados uns com os outros com um índice ali no topo.

Quem és tu, e porque é que hei-de querer saber disto?

Por razão nenhuma. Lê este; se gostares, provavelmente vais gostar do resto. Se achaste que é só um gajo a dissertar sobre temas da vida, então acertaste na mouche. Se não gostas de gajos a dissertar sobre temas da vida, talvez não gostes disto.
Eu sou um gajo qualquer, suspeito que parecido com muitos vós: casa dos 30, carreira em tecnologia, mania que é esperto, emigrado recente. Acho que a minha experiência enquanto emigrante é deprimentemente mediana, e é aí que vejo o valor deste esforço. Entre decidir que queria vir e o dia de hoje, passei por uma série de situações que suspeito que muitos outros também atravessaram, e para as quais gostaria de ter tido aviso. Alguns exemplos de que me lembro de repente:
Eu também não sabia de nenhuma destas (e outras coisas), e às vezes saiu-me do bolso não saber disso.
A minha experiência provavelmente foge da média em alguns aspectos cruciais: não vivo nem trabalho numa cidade, vim já com um contrato de trabalho permanente assinado, e por aí fora. Escrever sobre alguns desses aspectos talvez passe a ser mais um exercício de memória pessoal que outra coisa, ou talvez as minhas peripécias pessoas ressoem com alguém, logo vemos.

Motivação

Um bocadinho do que está por trás das razões que me trouxeram para aqui:

Porquê NÃO emigrar?

Quando fui entrevistado para a posição em que estou agora, o entrevistador final (depois de umas 5 entrevistas para a mesma posição) perguntou-me: "estás nessa empresa há coisa de um ano, porque é que te queres mudar?". A minha resposta foi simples: não quero.
Em Portugal a vida tem uma leveza que não consigo encontrar em mais lado nenhum. Ganha-se pouco, é certo, e as oportunidades são muito limitadas, mas:
e por aí fora. A minha vida em Portugal era de uma tranquilidade incrível. O trabalho era especializado e pouco exigente, trabalhava com amigos de longa data na minha área de formação (que adoro). A minha rotina estava extremamente solidificada, vivia numa cidade que adoro (ah Coimbra!), conseguia-me facilmente sustentar, vivia numa casa boa numa zona boa. Visto de fora, tudo estava OK. A opção fácil teria sido deixar-me ficar; tinha facilmente emprego para a vida e poucas chatices.
Ainda assim...

Porquê emigrar?

Há uma certa insatisfação que vem com o saber que chegaste ao topo muito cedo, e que o topo não é tão alto como querias. Eu sou extremamente ambicioso, não do ponto de vista materialista e egoísta, mas mais numa eterna ânsia de ser melhor no que faço. Eu tive a espectacular sorte de escolher uma profissão pela qual me apaixonei, e de ter conseguido sempre trabalhar nela estes anos todos. O meu trabalho foi aparentemente tendo qualidade, e fui indo por aí acima. Um mestrado vira doutoramento, que vira bolsas, que vira escrita de projectos, que vira posições em empresas, que vira posições séniores.
No entanto, há um tecto máximo para o que se pode fazer em Portugal na minha área: o mercado é dominado por empresas muito pequeninas, altamente subsidiodependentes, e nas quais honestamente não vejo futuro. Eu não quero passar o resto da minha vida profissional a trabalhar num "one-man army", eternamente a desenvolver soluções que nunca vão vingar porque, convenhamos, há limites para o que uma equipa pequena consegue fazer. É extremamente descolhoante ver o nosso trabalho, que toda a gente diz que é muito bom, ficar perpetuamente atrás por falta de recursos, ou manpower, ou investimento, ou o que lhe quisermos chamar. Dei por mim a tornar-me uma pessoa frustrada, daquelas que vêm as notícias e dizem mal de tudo, mesmo do bom; pequenino e sempre zangado. Decidi procurar outras coisas.
Mudei-me para o UK com contrato assinado para uma multinacional gigantesca, bom salário, boa zona do país e, acima de tudo, projectos incríveis desenvolvidos por pessoas com as quais tenho aprendido muito. Estou novamente no caminho certo.
Eu não me mudei pelo clássico "ganhar mais". Obviamente que triplicar o salário de um dia para o outro é fixe, obviamente que é fixe comprar carros a pronto (mais sobre isso mais tarde), obviamente que ir às compras e nem olhar para a conta é bom; mas há mais que mova um gajo. O salário é um factor, mas é um factor.
Abraços, e obrigado por virem à minha TED talk.
Edit: desculpem a formatação manhosa no início, esqueci-me do modo markdown.
submitted by UninformedImmigrant to portugal [link] [comments]


2020.09.18 04:22 ZackZadek Sou crianção mesmo, dane-se a sociedade!

Adulto, Amo Desenhos Animados, Amo jogos de criança (Lego, Minecraft, etc...), Amo correr, Brincar, Dançar, Amo Brinquedos, Sorrir. Eu sou uma criança! Foda-se quem me julga, eu Amo ser assim, e me sentir assim... Qual a graça de ser sério o tempo inteiro? Você pode ser infantil mesmo tendo que trabalhar ou estudar, poha, da pra ser feliz até num Velório, esse negócio de "Amadurecer".... Amadurecer não é esquecer seu lado infantil, e sim cuidar das suas responsabilidades, você não precisa largar sua maior Personalidade porque as pessoas acham que amadurecer é ser sem sal e ter a cara fechada o tempo inteiro. Vida foi feita pra viver do jeito que você é, e não do jeito que querem que você seja. A vida é curta pra quem vive no padrão da sociedade, mas é longa pra quem vive do jeito que ama. Eu me amo, eu sou lindo, minha Personalidade é incrível, e que se dane quem não gosta. Sou apaixonado por Artes Cênicas, Música, Hqs, Animes, Desenhos Infantis, Festa. Viva a felicidade, quero uma festa no meu velório.
submitted by ZackZadek to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 02:40 iamassuregi Segunda chance ok, agora terceira, quarta e quinta ...

Preciso tirar isso do peito kkkkk então isso é longo
Eu conheço uma garota desde a sétima série, hoje tenho 24 anos. Essa garota por muito tempo foi minha amiga, mas sempre meio com vergonha. Kkkk eu não tinha uma boa aparência na época (e em minha defesa todo adolescente é feio) e hoje, olhando para trás, sinto que ela tinha vergonha de mim.
Em 2017 ela me apresentou a um amigo dela. Muito estranho, o cara tinha uns 40 anos e era amigo de uma moça de 21... Um dia fui dormir na casa dela, na época levei o PlayStation e ficamos jogando. Uma das irmãs, que tinha 15 anos aparece, totalmente bêbada. E esse coroa trazendo essa menina. Eu fiquei indignada, pois ela estava muito bêbada mesmo, até vomitou e desmaiou. Eu fechei a cara quando vi isso tudo e só pensava em chamar uma ambulância ou a polícia. Lembro que ele falou algo como: "Ela estava na minha casa com a minha filha, tomou só um pouco" e eu retruquei: "Ela tem quinze anos. Não devia ter tomado nada".
Esse foi o meu primeiro erro. O cara pegou raiva de mim aí.
Enfim, noutro dia fui pra minha casa e segui a minha vida.
Na época da escola éramos um trio: eu, essa garota e outro amigo. Esse moleque não era amigo dela há um tempo.
Outra visita a casa dela e ela me pergunta dele. Eu falo a verdade, que disse que nunca mais queria falar com ela. Tinha morrido pra ele. Volto pra minha casa e quanto estou deitada já, vejo uma ligação. Era o coroa me ligando.
Ele gritou comigo, disse que se fosse para eu falar desse amigo que eu não pisasse mais o pé na casa dela. Queria saber o que ela tinha feito pra ele, e eu apenas respondia: pergunta pra ela!
No dia fiquei morrendo de medo. Depois chorei de raiva. Mandei uma mensagem pra ela, dizendo que precisávamos conversar. No outro dia ela me respondeu, dizendo que iria falar com ele. Depois veio com uma conversa que não podia escolher lado pois não tinha ouvido a ligação para dizer o que cada um disse.
Depois disso me afastei, me ocupei com trabalho. Respondia ela pouco. Meu erro também, devia ter bloqueado nessa época. Também comecei a me arrumar bastante, me cuidar mesmo e a ter encontros kkk (e sim, agora sou bonita)
Ela me chamava para ir na casa dela sempre e dizia: leva o videogame, não tem nada aqui para fazer. Ela mora noutro bairro, muito contramão pra ônibus, então eu andava meia hora com um PS4 mochila, chegava lá morrendo. Eu acabava dormindo lá pois sempre ficava tarde pra voltar. Um dia eu falei pra ela que tava muito zoado para ir, pois estava tendo assalto direto e eu não poderia dormir pois tinha compromisso. Ela disse: então deixa o vídeo game aqui. Depois você busca.
Aí sim eu descobri, ela só queria jogar.
Então fui me afastando, até que ela surgiu meses depois fazendo perguntas sobre esse maldito videogame. Eu não entendo muito, tinha comprado ele no fim de 2016 pois foi uma baita promoção e eu usaria para ver vídeos do YouTube e alguns jogos que eu tinha visto gameplay. Mas por causa do trabalho quem usava mais era a minha família, para assistir. Então eu realmente não sabia responder nada. Foi uma semana de questionamentos até ela me pedir a minha conta da PSN. O coroa tinha dado um videogame para ela. Meu sangue ferveu, e eu disse que não. Ela veio com uma conversinha do tipo: "você não confia em mim?" Eu apenas disse: "sei que você não vai pegar nenhuma informação minha, mas não empresto pra você. Meses sem falar comigo e quando volta quer favores?".
Ela sumiu por três dias e quando voltou disse que não poderíamos mais ser amigas. E começou a escrever um textão. Eu simplesmente dei block e deletei o número. Isso foi no fim de 2018.
Nessa época eu estava meio mal, mudei para um emprego de meio período e fui passando sem comprar muita coisa. Vendi o videogame e resolvi estudar para entrar numa universidade. A situação financeira aqui em casa apertou tanto que eu praticamente sustentei a casa por uns meses com um salário de meio período. Deixei muito currículo mas nem chamavam... Enfim.
No fim de fevereiro desse ano entrei no meu Facebook e tinha várias mensagens dela, das irmãs, pedido para eu mandar mensagem pra ela. Eu sou muito curiosa, então não aguentei. Passei o meu número para a irmã e disse que entrar em contato comigo. Ela falou comigo e pediu desculpas.
E eu aceitei, pois estava numa paz e estava tentando mudar, ver o melhor nas pessoas. Estava muito de boas mesmo.
Ela veio perguntar da minha vida, eu disse que estava estudando e trabalhava algumas horinhas por semana.
Aí ela me pediu uma dicas para estudar pra FUVEST/Enem e acabamos combinando que eu poderia ajudar ela a estudar.
Desde 2019 eu estava muito calma, não me irritava com ninguém e também toda semana tirava um momento pra refletir os pontos da minha personalidade que tinha que melhorar. Mas eu fiz um grande erro: ser gentil não é ser otária. E eu estava sendo uma otária.
Acabou que o corona apareceu e bagunçou a vida de todo mundo, mas continuamos nos falando. Ela comentava lugares que queria ir e eu dizia "ah, depois do corona a gente vai". Acabou que a primeira oportunidade foi esses dias, quando sp começou a permitir que cursos extracurriculares voltassem. Decidi que iria fazer um curso de japonês, pois estava meio deprimida e queria algo para ocupar a cabeça. Chamei ela para dar uma olhada comigo na unidade da escola.
Eu já tinha comentado com ela que estava ficando bem ocupada recentemente, então podia ser que eu esquecesse de ver as mensagens. Falei pra ela que sábado ficaria fazendo um trabalho. Então sábado de manhã fomos ao curso de japonês e quando voltamos ela se convidou para ir na minha casa. Eu, por causa de estar ocupada e cansada, não queria ninguém aqui, então só disse que outro dia a gente marcava.
Depois disso ela nunca mais de respondeu. Ela tinha parado de falar com o coroa quando voltou a falar comigo, mas deve ter voltado.
Essa novela é tão grande e ruim que vou acrescentar uns detalhes aqui:
O que eu aprendi de tudo isso? Não fique perto de quem faz mal pra você. Seja gentil, mas não seja besta.
submitted by iamassuregi to desabafos [link] [comments]


2020.09.17 08:12 reddyeldiablo ta foda...

venho lidando com ansiedade a alguns anos, desde o fundamental sempre sofri bullying por ser quieto de mais, e aceitei isso como minha personalidade msm sabendo q eu definitivamente n era assim, por causa disso sempre foi meio difícil fazer amizades, n sou estável o suficiente pra manter um papo com alguém sem ficar meio desesperado, por conta disso me isolei mais ainda, ai que começa a quarentena, no começo achei que eu estava tranquilo pq era acostumado com essa vida de certa forma, então a primeira coisa que eu fiz foi dar a vida tentando ser produtivo isso até o segundo mês, tive literalmente um burnout, e oque me fudeu mais foi a EAD, muito desespero pensando que ia reprovar, ai eu pensei quer saber fodase e simplesmente desisti, minha motivação pra levantar da cama foi pro espaço, com isso nem levantava da cama,e fiquei extremamente suicida, pra não cometer nenhuma atitude brusca literalmente fui pro computador e não sai mais de la o dia todo tentando deixar minha mente ocupada, mas ai alguem da escola decidiu ligar pros meus pais pq eu fiquei em recuperação em 5 materias, e meus pais como cristoes e sla mais oq, principalmente meu pai, veio falando todo tipo de coisa obvia e ainda gritando comigo como se eu podesse fazer alguma coisa, aquelas baboseiras de falta de Deus no coração, sou maior que meu problema, e ai que começou a putaria, falando que eu fui irresponsável, que eu poderia ter dado a volta por cima do meu problema, que eu só n fiz a ead pq eu n quis, e muito mais coisa que eu n lembro agora pq eu to muito mal, nem sei se eu vou levantar da cama amanhã e tals, no fundo eu acho que ele esta certo se pa.
submitted by reddyeldiablo to desabafos [link] [comments]


2020.09.16 19:12 Thewe4kon3 Não consigo ter uma conversa normal com "pessoas de opinião"

Sou um cara bem ansioso em quase tudo que eu faço, não sou uma pessoa de opiniões fortes, sou sempre centro pois vejo ambas as partes e não consigo tomar um partido nas coisas. Gosto do politicamente correto mas também desgosto da cultura de cancelamento por qualquer bobageira, por exemplo.

O problema é que sempre que converso com uma pessoa de opinião formada, por mais que ela não esteja conflitando comigo ou tentando me "converter" eu não consigo ser eu mesmo.
Sempre me esquivo ou fico pensando nas palavras que vou falar, mesmo quando a pessoa é um amigo... Acontece até mesmo com o meu irmão. E quanto mais eu tento não ser assim, mais eu sou. Isso me consome, pq eu quero ter bons momentos com meus amigos, quero ter risadas mas eu sempre fico pensando no que eu vou falar e no que eu vou fazer para não incomodar ngm.
Isso não acontece com pessoas que são parecidas comigo, pessoas que fazem zero questões de se impor, quando converso com pessoas que são bem de boas, é um alívio tão grande pois boa parte das pessoas que conheço são pessoas de personalidade forte.
As vezes acontece até mesmo de eu omitir minha opinião para não deixar alguém desconfortável, sinto como se eu tivesse medo de todo tipo de conflito.
É foda.
submitted by Thewe4kon3 to desabafos [link] [comments]


2020.09.16 18:58 Itchy_eyeball Uma análise mais a frio A razão porque não gosto do Pizzi, o impacto da derrota e outras conclusões

Vou ser sincero,
Mesmo depois de passar uma noite depois do jogo com o PAOK continuo muito frustrado, já não ficava assim desde as finais perdidas da Liga Europa. Os desaires com Lage e Vitória foram mais fáceis de digerir para mim porque nunca fui fã deles como treinadores do Benfica nem do caminho que a equipa levava, logo os falhanços eram expectáveis.
Mas esta foi diferente,
Este era finalmente um ano de transição, investiu-se muito e, para os que não gostam de Jesus (e acreditem vou falar dele neste post), é o melhor treinador do Benfica nos últimos 25 anos. A não ser que venha Erikssen ou que alguém ressuscite Bela Guttman, não tivemos melhor que JJ em muito tempo. As expectativas eram altas, não o exagero que vi por aí de ser obrigatório ir longe na Champions mas altas de qualquer maneira.

O jogo

Aqui não há muito a dizer que não foi dito por outras pessoas que percebem bem mais que eu, o Benfica esteve bem na primeira parte, encostou o PAOK às cordas, excelente na pressão e recuperação de bola e apesar de ter criado pouco teve duas bolas claras de golo que não entraram.
Foi daqueles jogos onde uma equipa é claramente superior mas o tempo vai passando e o golo não entra, na segunda parte perdemos imenso gás e sofremos dois golos devido a uma equipa partida e displicente defensivamente.

Individualmente

Everton: O melhor da equipa, claramente o jogador diferenciado no ataque, desequilibrou imenso, cruza bem, pena o golo não ter entrado. Não se aguenta no Benfica mais que uma época, especialmente com a situação financeira que nos avizinha, é desfrutar enquanto podemos.
Pedrinho: Gostei, o talento está lá para ser trabalhado, teve bons momentos e tem um grande pé esquerdo. Há aqui potencial para dar um bom jogador, não comecemos é já o hype exagerado.
Taarabt: Disse isto antes da época começar, se isto é a ideia que JJ tem para o 8 do Benfica vamos ter muito problemas. Foi dos melhores da primeira parte mas fica sempre sem gás aos 60 minutos, o que é muito mau visto que é o 8 num meio campo a dois, a partir daí a equipa ficou partida. É um bom jogador mas não pode ser o 8 nem pode ser titular.
Weigl: Esteve bem na primeira parte na circulação de bola mas jogou a segunda parte toda sozinho no meio campo. Esqueçam, Weigl não é Matic nem Fejsa logo é injusto pedir que ande pelo campo todo a recuperar bolas. É um jogador diferente que está a ser posto em situações que não potenciam as suas qualidades, também não ajuda nada quando jogamos sem 8.
Seferovic (perdoem-me porque vai ser a única vez que vou falar num tom mais rude neste post): É um jogador que já me dá raiva, mais uma vez perdemos uma eliminatória porque temos este cepo como o nosso avançado (ver Frankfurt e Sporting em 2019). É um jogador horrível que nem no Benfica devia estar, mas joga 70 minutos num jogo com consequências financeiras e desportivas altíssimas. Já devia ter feito o seu ultimo jogo pelo Benfica há muito tempo e espero que seja desta, para mim é um insulto sempre que o vejo com a nossa camisola.
André Almeida: Muito mal está a equipa do Benfica quando esta amostra de jogador é o nosso capitão. Épocas atrás de épocas de mediocridade, zero carisma, personalidade e capacidade de liderança equivalem a um lugar cativo no 11 e braçadeira de capitão, ontem foi só mais uma amostra.
Pizzi: Este jogo é para as pessoas que não percebem quem o critica e apontam sempre para as estatísticas. Seja a 8, segundo avançado ou ala direito, o tal maestro e craque da equipa é um jogador que cria muito pouco para os colegas, tem uma atitude deplorável, não defende e desaparece quase sempre nos jogos grandes. O seu tempo como titular do Benfica acabou. Por outro lado o Luca nem sequer entrou.
Grimaldo: Acho que a minha opinião do Grimaldo nunca esteve tão baixa como agora, do que vale ter um lateral tão frágil fisicamente e fraco a a defender se não faz a diferença na frente? Não quero desistir dele porque já fez muito de bom por nós mas o que mostrou em 2020 foi muito mau.

Jorge Jesus

Já vamos falar num contexto mais abrangente mas olhando para este jogo num vácuo a culpa desta derrota é quase de Jorge Jesus. Fiquei muito desiludido com a sua prestação deste a escolha do 11, ao jogo em si e com as declarações depois.
Aviso já que sou um dos maiores defensores de JJ mas gosto de achar que não sou fanboy, não é um exagero dizer que é o melhor treinador que tivemos nos últimos 25 anos mas sempre tendo em conta o que fez de mal porque a sua primeira passagem não foi perfeita.
Para mim a abordagem ao mercado e a escolha do 11 foram as maiores razões desta derrota. Não há motivo nenhum para Seferovic e André Almeida serem titulares depois do desastre que foi a época passada, acabaram os dois por ter responsabilidades no resultado. Por outro lado JJ tinha 40 milhões em pontas de lança no banco, um deles foi o melhor marcador da liga o ano passado, e escolheu gastar 3 milhões num lateral de qualidade muito questionável quando o que era preciso era alguém que tirasse de caras o lugar ao medíocre Almeida.
Visto que Gabriel não parece contar, o Benfica não tem um 8, Taarabt não tem rotinas nem pernas para a posição e foi uma grande razão pela qual perdemos o controlo do jogo na segunda parte. Mas JJ parece mais interessado em mais um avançado quando deixou 56 milhões em avançados no banco.
Portanto a imagem que JJ deixa neste primeiro jogo é que o Benfica gasta mais em reforços neste mercado que o valor de toda a equipa do PAOK, é eliminado por uma equipa muito inferior devido às suas decisões custando muito dinheiro ao clube e a reacção é pedir mais jogadores para posições que já estão preenchidas deixando lacunas no plantel por preencher.
Se a pressão era alta agora subiu mais uns níveis, tudo o que não seja o campeonato e uma performance aceitável na Liga Europa (quartos ou melhor) é um fracasso. Jorge Jesus tem a palavra.

O impacto desta derrota

Isto não foi só uma eliminação da Champions, tudo o que se fez neste mercado, o investimento, o regresso de JJ era para fazer o Benfica subir de nível, porque para ganhar campeonatos mal e porcamente já se fazia com RV e Lage. E a época começou logo com um teste enorme que iria definir muito do sucesso desportivo e financeiro do clube e falhámos redondamente.
O Benfica decidiu investir como nunca numa altura frágil para todos nós, enquanto quase todos os clubes acalmaram o Benfica foi a 6ª equipa da Europa que mais gastou neste mercado, e atenção que não somos uma equipa das big 5. Isto a juntar ao facto que não haver receitas de bilheteira ir à Champions era imperativo.
Parabéns a Luís Filipe Vieira por hipotecar o futuro financeiro do clube numa altura destas porque se sente ameaçado nas eleições. O Benfica fez 40 milhões em lucro contando com a venda do Félix, agora não há receitas de bilheteira, ainda não vendemos ninguém, fizemos o maior investimento de sempre e a massa salarial aumentou.
A consequência imediata será que não podemos contratar mais ninguém e vamos ter de vender mais que o esperado, entre Vinicius, Rúben Dias, Jota, Florentino espero ver mais que um sair do Benfica ainda antes do mercado acabar. Para não falar que o Benfica ainda tem muito entulho no plantel que pode usar para render alguns milhões, mas JJ parece que gosta de plantéis com 30 jogadores.
Muito curioso e assustado com o futuro próximo, desportivamente claro que ainda podemos dar a volta mas o impacto financeiro desta derrota é enorme. A não ser que o Benfica faça 80 milhões ou mais em vendas o que significaria perder jogadores importantes como Rúben Dias o que faria o nível da equipa descer outra vez
O nível da equipa ter descido até aos níveis do ano passado e 2018 foi um trabalho que demorou algum tempo fruto da péssima gestão e prioridades da direção. Agora que se sentem ameaçados tentaram resolver tudo de uma vez atirando demasiado dinheiro ao problema num contexto de pandemia. Se acham que esta malta quer saber do Benfica e não deles mesmos não sei o que vos dizer.
O que acham da análise? Concordam ou discordam com o que disse? Acham que esta derrota não vai ter tanto impacto como eu penso que vai?
submitted by Itchy_eyeball to benfica [link] [comments]


2020.09.16 06:25 sirhandom Procurando jogadores para Cyberpunk Red

Olá a todos, estou procurando um ou dois jogadores para uma mesa baseada em Cyberpunk Red que pretendo abrir nas próximas semanas. Seguem os dados da mesa: - Os jogos ocorrerão aos sábados dentre as 10 as 14h, mas podemos mudar para domingos também. - Já temos dois jogadores que só podem jogar nestes horários, por isso tal limitação, pretendo narrar para três ou quatro para dar mais espaço para todos participarem, grupos maiores em mesa por voz são mais complicados. - A mesa é baseada em Cyberpunk Red pois o manual inteiro não saiu, irei me basear no Jumpstart para montar a mesa. Não só isso mas Cyberpunk é um sistema bem complicado, então irei simplificar muita coisa para ficar mais dinâmico para todos os participantes. Também por isso o sistema poderá ser modificado conforme o jogo segue e quando o manual inteiro lançar. - Usaremos o Discord e o Google Drive, para jogar as sessões por voz e guardar as fichas e o material de consulta, mapas e notas. - Narrar ajuda na minha fonte de renda, então pretendo entrar em um acordo de fazer dentre 10 e 20 reais por sessão, de acordo com o seu bolso. Sim, a mesa é paga.
O que se espera do jogador: - Experiência com rpg, não necessariamente em cyberpunk. - Preferir roleplay acima de regras ou combos, eu sempre gostei mais dessa parte do jogo, regras são secundárias e qualquer combo pode ser vencido, afinal eu posso introduzir qualquer desafio que imaginar, inclusive um npc mais forte que o seu combado ou narrar 10 sessões seguidas sem um único combate. - Ter uma personalidade amigável e adulta, não queremos jogadores preconceituosos ou que ficam arrumando briga com outros membros do grupo. De preferência que também não se estresse com problemas que rolem com seu personagem. Estaremos jogando Cyberpunk, não Hora da Aventura, seu personagem não está tentando salvar o mundo, ele está lutando para salvar a si mesmo. - Internetes e microfone para jogar sem dificuldade, visto que os jogos ocorrerão por discord. Não usaremos webcam.
Sobre o narrador: - 16 anos de experiência com rpg de mesa e um pouco menos como narrador. - Já narrei e li os mais variados manuais, o que mais narrei foi D&D 3.5. Compreendo muito de sistemas e adoro modifica-los, mas com os anos aprendi que menos é mais, por isso prefiro simplificar as mesas em que eu jogo, podendo assim focar no roleplay. - Sou fluente em inglês, você não precisa ser. Parte do que você está pagando é a tradução do material que farei para a mesa.
Qualquer dúvida ou interesse pode me mandar mensagem diretamente.
submitted by sirhandom to rpgbrasil [link] [comments]


2020.09.16 03:26 DoWidzenya Hoje uma garota cruzou o olhar comigo e sla, isso aumentou minha autoestima

Pelo titulo, parece bobo, eu sei, até por isso eu só to postando isso só aqui.
Mas enfim, eu não sou muito de sair de casa, sou bem na minha, e sou bem tímido até. Embora tenha dias e contextos que eu sou mais extrovertido.
Só pra vcs entenderem um pouco melhor, Eu tenho 17 anos, por volta de 1,75, sou moreno, uso óculos, e tenho um corpo médio, nem muito magro nem muito gordo. Eu não me considero feio, mas eu tbm não me considero bonito, eu sou na média eu acho, mas sla, eu acho que eu não penso tanto na minha aparência num geral.
Mds eu saio muito do assunto
O que aconteceu é, hoje eu fui pra academia, to fazendo academia faz umas três semanas, mais por saúde mesmo. Não é tempo o suficiente pra fazer alguma mudança então isso não interfere tanto na historia. Minha irmã (dois anos mais nova) tá indo comigo inclusive.
Enfim, lá estava eu, perdido como sempre, pq eu tenho uma memoria horrível e nunca lembro os exercícios, conversei com o professor, e fui fazer meu exercício. Eu nunca sei pra onde olhar enquanto to fazendo o exercício e eu tbm acho estranho ficar se olhando no espelho da academia então sla, eu fiquei passando o olhar de equipamento pra equipamento só observando as coisas. Nisso eu reparei que uma garota do outro lado da academia tava olhando pra mim, ela é bem bonita (parecia nova lá tbm inclusive, pq ela parecia estar um pouco perdida) na mesma hora ela desviou o olhar logo depois que eu desviei tbm. E isso aconteceu algumas vezes, umas 3, por aí (não que eu quisesse, eu não sei como agir quando acontece contato visual, é só que aconteceu)
A menina tava com uma amiga dela tbm
Depois disso, eu subi pro andar de cima, fui fazer outras coisas, e desci depois pra encher a garrafa de água. De novo, a gente se olhou, desviou o olhar, e seguiu assim.
Minha irmã conhece as meninas parece, elas conversaram um pouco hora que eu não tava lá, e hora que a gente tava indo embora, eu saí primeiro, depois as duas meninas, depois a minha irmã. Nesse meio tempo que eu tava esperando ela, eu e amenina paramos frente a frente e ela parecia que ia falar aluma coisa. Sendo o idiota que eu sou eu olhei pra outro canto por pura vergonha e minha irmã saiu bem na hora, aí eu puxei ela, aí a garota falou tchau pra ela, e a gente foi embora.
Eu. não. sei. lidar. pqp
Depois eu parei pra pensar um pouco e sla, isso me deu um pouco mais de confiança na minha aparência eu acho.Até porque eu não interajo com muita gente, numa festa ou coisa assim eu geralmente sou a pessoa que curte mais observar os outros conversando que entrar na conversa. Mas meu problema é mais começar uma conversa que conversar.
Resumo pra quem não leu tudo: Uma garota e eu trocamos olhares varias vezes hoje, eu não tive coragem de conversar, mas isso me ajudou um pouco a entender que alguém pode ter interesse por mim sem ser pela personalidade.
submitted by DoWidzenya to desabafos [link] [comments]


2020.09.16 00:57 Marcelovisck Estou evoluindo e isso me deixa satisfeito

Pode ser só um texto de um jovem adulto de 19 anos que tá praticamente começando a vida, e talvez no futuro eu lembre disso e veja que não tinha relevância, mas agora está me deixando bem satisfeito. Eu sempre fui um cara agressivo e arrogante, daqueles bem escrotos mesmo. Até há poucos meses atrás eu estava assim, quando num dia, no grupo da sala eu fui extramamente injusto e escroto com um cara. Ele tinha sido intolerante e preconceituoso, e mesmo com todo mundo descendo o pau, eu fui o único aparecendo com xingamentos, ofensas, enfim, foi um desastre pelo qual me arrependo bastante. De qualquer forma, eu decidi que não iria mais ser assim. Até porque a tranquilidade, a capacidade de não reagir é fundamental se você quer manter sua sanidade mental (personalidade agressiva é fator de risco pra Alzheimer, ouvi um médico dizendo isso).
Na minha sala tá rolando um certo mal estar com um professor que nesse EaD está tomando atitudes e tendo falas descenessárias conosco, sim, mas ninguém ligou de ir lá conversar com o cara, ouvir o que ele tem a dizer. Afinal, ele também é ser humano, e sem espaço para o diálogo a gente nunca passa perto de resolver um problema. Na conversa, que pouco participei em questão de tempo, eu majoritariamente só ouvi, enquanto um colega de sala estava falando. Ouvi bastante, e um problema que o professor, que já tá na faixa dos 50, quase anos anos, expôs é sobre o WhatsApp. Ele simplesmente não queria receber certos tipos de mensagens lá, como por exemplo questionamentos sobre notas etc. Coisas que ele prefere receber pelo sistema acadêmico, e-mail ou ser perguntado numa aula. E ele havia deixado isso claro, mas mesmo assim uma galera ficava fazendo perguntas que ele não queria num grupo que ele havia criado com as pessoas da sala para passar recados. Por mais que as mensagens não fossem de desaforo nem em forma nem em conteúdo, o professor interpreta como mero desaforo de alunos. Show de bola, anotei isso. E me dei conta de que para ele, o WhatsApp seja realmente um espaço reservadamente pessoal, diferente do pessoal da minha idade, que estamos mais familiarizados em tanto tratar de questões acadêmicas quanto mandar memes.
Depois de ouvir o que ele tinha a dizer, eu quis dar um feedback pra sala. Escrevi algo, expus algumas coisas que achei interessante, no mero intuito de ajudar nossa convivência com o professor, pois afinal de contas ele ainda pode prejudicar a turma inteira se quiser. Eis que o resultado foi deboche. Claro que ninguém me pediu pra falar com o cara, tentar entender o lado dele e escrever um texto para a turma explicando o que pode ser feito de melhor. Eu fiz porque achei e continuo achando o certo a fazer, se não de que adianta a gente reclamar se nem mesmo tentamos mudar o que está sendo ruim? Os mesmos caras que todo dia dizem que vão mandar o professor tomar no cu estavam me sacaneando pelo o que escrevi. Por um lado, sacanagem, por outro, gente falando que eu tava pedindo pro pessoal ser bunda mole (por sugerir que ninguém mais mandasse pergunta que o cara não quer receber num canal de comunicação, sendo que se pode mandar por outros). Tudo bem, cada um tem a liberdade de interpretar as informações do jeito que bem entender, mas a grande questão aqui foi como eu reagi. Diante do deboche, fiquei tranquilo. Diante de clara distorção do que eu escrevi, fiquei tranquilo. Reagi como uma pessoa civilizada, educada, coisa que eu não fazia antes.
Confesso que senti um desejo, num momento, de ser arrogante. Iria mandar um "parabéns, você percebeu que isso seria um non sequitur, quer um biscoito por isso ou vai precisar escrever o termo no Google pra descobrir o que é?". Mas bem antes de começar a escrever a mensagem eu me dei conta de que isso não pegaria bem, seria desrespeitoso. Aliás, seria deselegante, eu não preciso desse tipo de coisa para provar um ponto diante dos meus colegas. Na realidade, percebi que é melhor deixá-los ficando com raiva do professor toda semana e depois querendo pagar de bons moços dizendo que não ligam para o que ele faz.
Eu já realizei a ação que considerava correta, minha consciência já está tranquila. Não preciso perder tempo com quem não quer entender o outro lado e se esforçar para uma convivência melhor. Sem xingamento, ofensa ou arrogância. Numa paz de espírito. Pela primeira vez agi assim e fico orgulhoso de mim. Estou verdadeiramente evoluindo para ser um ser humano melhor, gente de verdade, daquelas que vale a pena ficar por perto.
submitted by Marcelovisck to desabafos [link] [comments]


2020.09.15 20:53 Apophises Isolamento social fez eu me apaixonar como na adolescência e isso têm feito eu ter mais vontade de viver

Esse texto vai ser longo, agradeço quem tiver interesse de ler. Tenho precisado escrever isso pra organizar as ideias.
É sabido que quanto mais nos apaixonamos, menor vai ser o fulgor das próximas paixões. Eu sempre fui uma pessoa que me apaixonava muito fácil, coisa que me rendeu várias tristezas e falta de correspondência, até ai é normal. Por conta disso também acabei me tornando mais frio e seletivo, o que me tirou a facilidade de criar vínculos com as pessoas (coisa que me faz muito bem, pois não sofro tanto mais com traições de amigos e namoros).
De qualquer modo eu passei a sentir falta de ter aquele sentimento fulgurante de paixão, ainda mais quando os problemas da vida vieram me açoitar e deixar minha vida mais cinza. Então veio a pandemia, o isolamento e eu cai de cabeça dentro do meu próprio ser a ponto de enjoar estar tanto tempo com as minhas qualidades e defeitos. A ponto da solidão não ser dolorosa, mas sim absurdamente tediosa. Eu ficava ansiando por falar com alguém, conhecer alguém, sentir algo por alguém, qualquer coisa que me aproximasse mais do externo.
Em virtude também da solidão e isolamento, parece que meu coração amoleceu e tornou tudo mais fácil; traduzindo pra linguagem popular: Carentena.
Moro com meus pais que são idosos, fico aqui cuidando deles, fazendo tarefas cotidianas: ir comprar água, pão, mistura, cigarro (pois somos todos fumantes) e numa dessas idas e vindas eu sempre vou no posto perto de casa. Uma moça começou a trabalhar lá, mais ou menos da minha idade. Em um dia específico, eu havia acordado angustiado, desanimado, com todos os efeitos de estar a meses sem socializar. E fui comprar o pão e o maldito cigarro. Lá estava ela, me cumprimentou profissionalmente (ou nem tanto), com um caloroso bom dia que atingiu-me como uma flecha no peito. Pedi com gentileza o pão e o cigarro, ela o fez, olhou pra mim e elogiou minha roupa. Conversamos brevemente a respeito. Pronto, a coisa tava feita, a moça conseguiu sem querer entrar no meu campo. Vou até lá todos os dias realizar as comprar diárias e encontro ela, conversamos sempre brevemente e fica por isso. É gostoso como estou como na adolescência: coração disparado ao vê-la, idealizações e o ânimo que toda essa ideia me traz.
Apesar de tudo, não sei socializar, não fui educado para isso e tenho tentado ajustar esse aspecto da minha personalidade. Ser menos instrospecto e ter menos medo de falar com os outros. Pretendo um dia ir além das breves conversas e perguntar seu nome, número e quem sabe tentar algo?
Em contrapartida, ainda mantenho parte da desconfiança, coisa que se torna meu porto seguro para essa paixão não me cegar e me manter o pé no chão.
É isso, obrigado se leu até aqui e caso vocês desejarem eu trago atualizações. Tenham todos um ótimo dia e uma ótima semana!
submitted by Apophises to desabafos [link] [comments]


2020.09.15 07:51 K_dGaby A MANIPULADORA

ola luba, editores, gatas, papelões (rip ;-;), tia Carminha e turma que está a ler. (acabou virando um desabafo mals ;-;).
Bom como o titulo diz tem manipulação na historia, mas antes vou voltar um pouco no passado.. 2002 foi qnd meu irmao nasceu ele nunca mostrou ser tao promissor na escola nem nd do tipo ate pq sempre foi zoado ate pelos professores e hoje tem depressao mas esta melhorando, bem ele pediu pra ter irma e eu nasci em 2006 diferente dele sempre demonstrei que teria um futuro brilhante.. personalidade forte, decidida aprendo rapido, aprendi a ler e escrever antes qnd estava na creche antes de ir para uma escola msm a amarrar cardarso que querendo ou nn era dificil ja que abilidade motora nn é facil pra crianças kkk. 2011 se nn me engano entrei no primeiro ano sempre tive orgulho do meu irmao e como ele ja havia estudado la sempre perguntava se os professores conheciam ele (faço isso na minha escola hoje em dia tbm kk) elas falavam que ss e com isso eu conseguia puxar assunto com elas, sendo sincera nunca fui boa em interagir socialmente principalmente com pessoas da minha idade, eu meio que achava os assuntos chatos eu queria falar de coisas mais "avançadas" ent sempre conversava com adultos.. isso me trouxe varios problemas, ate pq sempre falam que se algm fez algo errado vc deve falar para um responsável mas se vc fala fica com fama de x9 e isso nunca acaba sem falar que por essa fama vc se envolve em problemas e se vc chamar um adulto te chamam de medrosa ou os adultos msm falam que vc tem que resolver as coisas sozinha ;-; Bem voltando ao assunto kk, minha familia éh bem separada o casamento dos meus pais é horrivel vivem brigando isso me afeta muito o problema maior éh que eu sinto que minha mae ama mais meu irmao e meu irmao acha que meu pai me ama mais oq nn esta 100% errado, meu pai acaba me dando mais atençao doq pra ele sempre deu e eu nn quero isso ;-; bem eles querem que eu escolha um lado soq eu nn consigo.. e agr vc se pergunta pq do titulo UwU ent desde 2017 mais ou menos minha familia percebeu que eu me tornei mais agressiva e descobrimos que eu tinha depressão e ansiedade.. qnd td minha familia briga geralmente elas sempre concordam em so uma coisa (minha vo evita falar isso) que eu sou extremamente esperta e manipuladora (esperta de malandra nn inteligente) minha tia diz que eu tenho que usar esse "dom" para o bem, mas eu odeio qnd me chamam de manipuladora.. ate minha psicóloga diz que viu traços de uma pessoa manipuladora em mim sendo que a gente so se falou por um mês antes da pandemia começar.. Bem eu tomei a decisão de parar a terapia mas minha mae ainda fala com ela pra ela ajudar a lidar cmg (como se precisasse) e eu nn vou escolher um lado eu vou seguir o meu caminho.. eu fiz de td, td msm pra dar orgulho pra eles e eu so tenho 14 ainda qnd eu tirava dez eles falavam parabens e ficavam felizes mas agr que minhas notas cairão eles so ficam me irritando com isso e falando entre si eu nn sou a menina perfeita nn quis fazer ballet e tbm nn consegui ser boa no vôlei como minha familia mas minha notas sempre foram impecáveis nunca dei trabalho na sala passei 8 anos sem ter amigos me mantive afastada e focada nos estudos fui usada por outros alunos e nn falei nd pra nn dar trabalho pra eles e nasci como prodigio e sempre tentei dar orgulho a eles mas agr éh minha vez de decidir oq vou fazer.. essa nn foi nem metade da minha historia de vida se quiserem faço continuação dps ou conto alguma parte dessa história em detalhes. ent foi isso turma, luba <<4>2 -^ treiiiiix
submitted by K_dGaby to TurmaFeira [link] [comments]


Teste de personalidade: descubra quem você REALMENTE é!